Notícia

Desenvolvimento

sexta, 11 de janeiro de 2019
PATO BRANCO INAUGURA AEROPORTO E INICIA VOO COMERCIAL PARA CURITIBA

Linha Pato Branco Curitiba conecta o Sudoeste do PR e Noroeste de SC ao Brasil e ao mundo

 

Reportagem: Luiz Carlos Gnoatto

Fotos: Luiz Carlos Gnoatto/JF e Agência Estadual de Notícias - AEN

Na tarde dessa quinta-feira, 10 de janeiro, Pato Branco inaugurou o novo Aeroporto Municipal Juvenal Loureiro Cardoso, e também aconteceu voo inaugural da linha Pato Branco/Curitiba.

A linha comercial é operada pela Azul Linhas Aéreas.

Inicialmente, os voos serão semanais, às quintas-feiras.

Com capacidade para 70 passageiros, os primeiros voos da aeronave ATR-72 já estão todos lotados.

A linha Pato Branco/Curitiba conecta o Sudoeste do Paraná e Noroeste de Santa Catarina ao Brasil e ao mundo.

Após a emissão de todas as certificações do aeroporto, a Azul oferecerá voos em cinco dias da semana.

A expectativa da empresa é que os cinco voos semanais passem a operar em abril.

Com este novo voo, o Paraná se torna o terceiro estado brasileiro com o maior número de municípios atendidos pela companhia aérea.

 

Presença

A população de patobranquense juntou-se a autoridades e lideranças locais, regionais e estaduais para aguardar a chegada do avião, vindo de Curitiba, dando início à consolidação da linha aérea, e para a solenidade de inauguração do novo aeroporto.

O evento teve a presença do governador do Paraná, Carlos Massa “Ratinho” Júnior; do vice-governador, Darci Piana; do chefe da Casa Civil, o deputado estadual patobranquense, Guto Silva; e do assessor da presidência da Azul para Assuntos Institucionais, Ronaldo Veras.

Este foi o primeiro ato oficial do atual governo do Paraná, fora da capital, Curitiba.

Também participaram do evento, os secretários da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex; e do Desenvolvimento Ambiental, Márcio Nunes; o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano; o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Pato Branco, Ezaul Zillmer; e da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop), o prefeito de Santa Izabel do Oeste, Moacir Fiamoncini; os deputados federais Fernando Giacobo e Paulo Martins; deputados estaduais Hussein Bakri, Rasca Rodrigues e Luiz Felipe Guerra Filho.

Prefeitos, vice-prefeitos e lideranças políticas e empresariais de dezenas de municípios do Sudoeste do Paraná e Noroeste de Santa Catarina também participaram do evento.

 

Investimento

Para viabilizar a estruturação do novo aeroporto, foram investidos mais de R$ 15 milhões, entre recursos do município, dos governos federal e estadual, e da Associação Empresarial de Pato Branco – ACEPB.

O Governo do Estado investiu R$ 2,87 milhões na pavimentação asfáltica, recapeamento e sinalização horizontal da pista de pouso, área de escape, pátio de manobras e pista de taxiamento.

O Estado também ofereceu incentivos fiscais para a operação da Azul no município.

Segundo as lideranças e autoridades que se pronunciaram, foi um dia histórico, que representa um marco para o desenvolvimento, não apenas de Pato Branco, mas de todo o Sudoeste de Paraná e Noroeste de Santa Catarina.

Ratinho Júnior afirmou que o aeroporto, e a nova linha comercial, serão indutores econômicos decisivos para o Sudoeste paranaense e o Noroeste catarinense.

“Uma linha aérea ajuda na parte de negócios e abre a possibilidade de mais empresas virem para cá. Nenhum país do mundo consegue se desenvolver sem infraestrutura. Precisamos de boas rodovias, ferrovias e aeroportos regionais. É assim que o Brasil deve caminhar. Precisamos fortalecer os aeroportos e voos regionais”, afirmou o governador.

Para o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, o novo aeroporto é um divisor de águas para o desenvolvimento da região.

“Não havia mais como o Sudoeste não ter linha aérea, pois isso é decisivo para o desenvolvimento regional. Este investimento atende a forte demanda de Pato Branco e da região. É um diferencial fundamental como atrativo de investimentos externos e para a consolidação dos empreendimentos já presentes aqui”, afirmou ele.

Fonte: Luiz Carlos Gnoatto